Alhos importados da China cheios de Substâncias Tóxicas, vê aqui como identificá-lo!

Isto é um perigo para a saúde pública, e por isso é muito importante que saibas como identificar estes alhos contaminados que têm sido importados da China! Eles estão cheios de metais pesados e substâncias tóxicas!


JÁ SABIAS?

A 1xbet agora oferece 130€ a novos clientes! Além disso, na 1xbet podes assistir a transmissões de jogos ao vivo! Regista-te aqui!

Antes de mais convém frisar que o alho é um alimento maravilhoso e é um dos mais potentes antibióticos naturais. Os seus benefícios são mais que muitos: o seu consumo elimina vírus e bactérias, fortalece o sistema imunitário, regula o colesterol, a tensão arterial, é bom para combater gripes e constipações, entre muitas outras maleitas. Todos devemos incluir bastante alho nas nossas refeições e temperos.

Mas hoje em dia, infelizmente, torna-se necessário saber de onde vêm os alhos que compramos. Tente sempre saber qual a origem do alho que está a comprar, por norma consegue ver isso na etiqueta, mas se por algum motivo essa informação não estiver disponível, não compre! Pode ser alho chinês, e como sabemos, o controlo de qualidade na China é um grave problema.

Como o controle é pouco os agricultores chineses, por norma pessoas de fracos recursos, aproveitam a deixa para utilizarem fertilizantes há muito banidos pelas autoridades sanitárias no ocidente, para assim acelerarem as colheitas e aumentarem a produção e exportação. O governo chinês não consegue controlar…ou pior…fecha os olhos.

“Forato” e “Parathion” são dois dos pesticidas proibidos pelas autoridades sanitárias, mas muitos agricultores estão a usar esses pesticidas para regar as zonas de cultivo, acelerando assim o processo de colheita e minimizando o esforço, poupando tempo entre as colheitas. Mais, o solo Chinês devido aos elevados níveis de poluição que se registam naquele país é por si só um grande veneno!

VEJA TAMBÉM:  Tentou assaltar Cabeleireira, foi dominado e mantido como "Escravo do Amor" durante 3 dias!

Num relatório oficial do governo emitido em 2014 concluiu-se que mais de 1/5 do solo Chinês tem níveis alarmantes de metais pesados tais como o “cádmio” e “arsénico”, juntamente com quantidades alarmantes de pesticidas.

alhos

A explicação é fácil, a China é um dos países que mais tem crescido e a sua população tem aumentado bastante, a poluição está directamente ligada ao aumento da população. Os rios estão cada vez mais contaminados com resíduos domésticos devido a uma deficiente rede sanitária, e isso contamina o solo em redor dos rios. As chuvas também contaminam o solo quando trazem com elas toda a poluição que paira no ar na China. Há zonas onde as pessoas já têm de utilizar máscaras para saírem à rua!

Como proceder?

Tente comprar alho nacional, ou pelo menos evite o alho proveniente desse país. Compre de preferência alho cultivado de forma orgânica ou plante o seu próprio alho, com sementes de qualidade que não sejam de origem chinesa.

O alho como já referimos é um excelente alimento, muito benéfico para o organismo, mas com tantos agro-tóxicos e metais pesados como o alho produzido na China, ele acaba por perder as suas capacidades terapêuticas, e pode inclusive tornar-se prejudicial ao organismo.

Esteja atento(a) quando for comprar alho e tente saber a sua proveniência. O ideal seria que quem comercializa alho resistisse à tentação da importação barata e vendesse apenas alho com qualidade, mas como isso se calhar seria pedir muito, cabe-nos a nós escolher aquilo que consumimos.

Como detectar se o alho é chinês?

O rótulo é sempre um bom indicativo, mas por vezes ao comprar alho a peso essa informação não está disponível, por isso deve ficar atento(a) a estes sinais:

  • O alho chinês costuma ser grande, bonito e branco, mas o seu sabor é muito fraco e praticamente não pica na língua
  • É muito mais leve e mais “cheio”, o bulbo é mais pequeno que no alho nacional, em particular o orgânico
VEJA TAMBÉM:  14 Fotos onde a Mãe Natureza nos está a mandar para o "Tal Sítio", e tem toda a razão!

Partilhe esta informação com os seus amigos e familiares nas redes sociais!

Partilha nas redes sociais!

Utilizamos cookies para assegurar que tem uma melhor experiência ao visitar o nosso website