Cortarem a luz por falta de pagamento é ILEGAL. Conhece aqui a lei que te protege nesse caso!

O corte do fornecimento de energia eléctrica por falta de pagamento em Portugal é ilegal! A lei está do seu lado, mas precisa de a conhecer, caso contrário eles tentam sempre enganá-lo!


JÁ SABIAS?

A 1xbet agora oferece 130€ a novos clientes! Além disso, na 1xbet podes assistir a transmissões de jogos ao vivo! Regista-te aqui!

As leis também existem para nos proteger, e neste âmbito a “Lei dos Serviços Públicos” protege-nos da interrupção do fornecimento de bens essenciais tais como luz, gás, água ou telecomunicações, em determinados casos. A dada altura da sua vida já deve ter recebido alguma factura para pagar, de uma destas empresas, e ao confrontar-se com o valor descriminado você deve ter achado uma injustiça, mas acabou por pagar na mesma…com medo que lhe viessem cortar esse serviço…NÃO TORNE A FAZER ISSO!

Se isso tornar a acontecer-lhe é porque provavelmente a empresa em questão teve “problemas” no sistema de facturação deles, e acabaram por não lhe cobrar os valores atempadamente. Nesses casos saiba que a “Lei dos Serviços Públicos” existe para o(a) proteger. A Lei n.º 23/96, de 26 de Julho, Artigo 10.º no ponto 1 diz o seguinte: “O direito a receber o valor do serviço prestado prescreve findos seis meses após a sua prestação”.

Um dos motivos para isso acontecer são as conhecidas “estimativas”, ou os “acertos”, e também as “falhas informáticas”, termo que muitas vezes essas empresas utilizam para ludibriar os mais incautos…e acredite que eles mesmo conhecendo a lei, vão tentar cobrar-lhe os valores que já prescreveram como vai poder ver na reportagem!

Muito importante: preste muita atenção às datas que constam das facturas que recebe para pagar, e caso não concorde com os valores descriminados na factura, NÃO PAGUE! Se efectuar o pagamento estará a concordar com os valores descriminados, e nunca mais tornará a ver o seu dinheiro. Em vez disso peça para lhe suspenderem a factura e que enviem uma nova factura, já com os valores correctos, é um direito que lhe assiste!

VEJA TAMBÉM:  Imprensa: "foi chocante ver jogadores recusarem receber as medalhas de prata"

Num dos casos que vai poder ver agora, primeiro a empresa tentou enganar o cliente, sugerindo-lhe que pagasse o valor diluído em prestações, mas apenas porque ele conhecia a lei, acabou por poupar 256 euros!

Fonte: Youtube | Créditos foto de capa : tdconline.com.ar

Por último, divulgue esta informação junto dos seus amigos e familiares, já basta de andarem sempre a tentar “limparem-nos” a carteira!

Partilha nas redes sociais!

Utilizamos cookies para assegurar que tem uma melhor experiência ao visitar o nosso website