Ela andava de Forma Estranha junto ao Pai, quando as pessoas descobrem o Motivo…

Há pessoas que não mereciam ter filhos. Enquanto a maioria dos pais trata bem os seus filhos, outros pais fazem exactamente o contrário. Esta menina a andar de forma estranha ao lado do pai dentro de um supermercado é o exemplo perfeito disso mesmo.


JÁ SABIAS?

A 1xbet agora oferece 130€ a novos clientes! Além disso, na 1xbet podes assistir a transmissões de jogos ao vivo! Regista-te aqui!

As fotografias foram tiradas num supermercado nos Estados Unidos por Erika Burch, que tinha ido fazer as suas compras normais quando se deparou com algo muito esquisito. Uma menina andava ao lado do pai, mas o andar da menina era tudo menos normal…um olhar mais atento revelou o motivo…agora, milhares de pessoas pelo mundo inteiro mostram a sua indignação com a forma como este “pai”(se assim se pode chamar) trata a sua filha.

Quando Erika se aproximou reparou para seu espanto, que o pai da menina estava a puxar-lhe o cabelo com a mão, entalado na pega do carrinho de supermercado, e assim fez durante todo o trajecto dentro da loja. Erika conta que a menina suplicava: “Pare, pare, dói muito pai…eu prometo que não torno a fazer isso, pare…solte-me…”, revelou Erika.

1

Erika enfrentou o homem monstruoso e disse-lhe que soltasse a menina, mas ele respondeu-lhe que não se metesse onde não era chamada. Foi nessa altura que Erika decidiu fazer o que tinha de ser feito, pegou no seu telemóvel e tirou estas fotografias, mas mais tarde ter provas junto da polícia.

Logo ela contactou a polícia de Cleveland para denunciar o que tinha acontecido, mas quando ela começou a relatar o sucedido à polícia, a resposta dos agentes foi de que não podiam fazer nada, pois não existiam provas de que a criança tivesse saído magoada do “incidente”.

VEJA TAMBÉM:  Casal de feirantes RAPTA homem que tentava vender um Carro Usado na internet

2

Pior, a polícia chegou a dizer a Erika que o pai da menina tinha de ser respeitado pela filha, desde que isso não lhe causasse danos. Erika continuou a achar que esta não era a forma de um pai tratar uma criança, foi nesse momento que ela decidiu publicar as fotografias no Facebook, que de imediato foram partilhadas milhares de vezes.

3

A comunicação social não tardou a tomar conta de fazer o resto, e agora a polícia já admite que vai investigar o caso. Os serviços sociais locais também já estão a investigar se a criança é vítima de abus0s com frequência.

4

O que Erika fez é uma fonte de inspiração e uma lição para todos nós, para não ficarmos calados perante uma atrocidade destas! Se algum dia vires alguém a maltratar uma criança, não fiques parado(a)! Faz o que estiver ao teu alcance, chama ajuda, fotografa, alerta as autoridades. Mas não fiques de braços cruzados!

Partilha!

Partilha nas redes sociais!

Utilizamos cookies para assegurar que tem uma melhor experiência ao visitar o nosso website