Um advogado não parou no STOP em frente à GNR, o que aconteceu a seguir foi de Loucos!

O advogado conduzia distraído com a vida quando ao aproximar-se de um sinal STOP abrandou, mas não parou. Metros à frente estava uma viatura da patrulha da GNR que de imediato mandou encostar o advogado para o fiscalizar. O que aconteceu em seguida é um grande “abre-olhos” para os “chicos-espertos”!


JÁ SABIAS?

A 1xbet agora oferece 130€ a novos clientes! Além disso, na 1xbet podes assistir a transmissões de jogos ao vivo! Regista-te aqui!

gnr
Foto: sapo.pt

GNR: – Boa tarde Sr. condutor, faculte-me os seus documentos e os da viatura…”faxabôr”.
Advogado: – Mas porquê Sr. Agente? Fiz alguma coisa de errado?

GNR: – Fez, senão não o tinha mandado encostar, você não parou no sinal de STOP ali atrás.
Advogado: – Sr. Agente queira desculpar-me mas eu abrandei…como não vinha ninguém…segui.

GNR: – Precisamente por isso, faculte-me os seus documentos e os da viatura…”faxabôr”.
Advogado: – O Sr. Agente sabe perante a justiça qual é a diferença entre parar e abrandar?

GNR: – A diferença é simples, perante um sinal de STOP você tem de parar completamente a viatura, faculte-me os seus documentos e os da viatura…”faxabôr”…
Advogado: – Não é bem assim Sr. Agente, eu sou advogado, sei bem o que estou a dizer e sei que vocês estão mal informados. A lei tem várias interpretações…mas faço-lhe uma proposta: se você conseguir explicar-me qual a diferença entre parar e abrandar, eu entrego-lhe a documentação que me pediu e você pode autuar-me, eu pago a multa e perco os pontos na carta, se não conseguir, eu sigo viagem sem multa, pode ser?

GNR: – Afirmativo, parece-me justo. Importa-se de sair do carro Sr. Advogado?

Mal o advogado mete os pés fora do carro o Agente saca do “cacetete” e toca de aviar no advogado, ele nem via de onde elas vinham! Biqueirada, cacetadas, o advogado já esperneava no chão:
Advogado: -“Pare! Pare! Pare! Por favor pare!”

VEJA TAMBÉM:  Os bombeiros IMPLORAM: Nunca deixe uma garrafa de água no Carro!

Perante a aflição do advogado eis que o agente da GNR pergunta:
GNR: – O Sr. Advogado quer que eu pare, ou quer que eu abrande…?

Advogado: – Pare! Pare!
GNR: – Afirmativo, , faculte-me os seus documentos e os da viatura…”faxabôr”.

Partilha nas redes sociais!

Utilizamos cookies para assegurar que tem uma melhor experiência ao visitar o nosso website