Vieira da Silva deu 100 mil euros a IPSS presidida pela SOGRA!

Elvira Fertuzinhos passou a receber um vencimento base em 2010, um ano depois de ter sido aprovado o subsídio para a IPSS. Mas antes disso já era presidente da instituição. Gabinete de Vieira da Silva descarta responsabilidades na nomeação dos dirigentes deste tipo de instituições.


JÁ SABIAS?

A 1xbet agora oferece 130€ a novos clientes! Além disso, na 1xbet podes assistir a transmissões de jogos ao vivo! Regista-te aqui!

sogra

Vieira da Silva concedeu a 4 de março de 2009, quando era ministro do Trabalho e da Solidariedade Social no governo de José Sócrates, um subsídio de 100 mil euros ao Centro Social D. Manuel Monteiro de Castro, uma IPSS do concelho de Guimarães dirigida pela sua sogra e mãe da deputada socialista Sónia Fertuzinhos, Elvira Fertuzinhos. Um cargo que ocupa até agora.

Em abril de 2010, Elvira Fertuzinhos passou a receber pelo cargo de presidente desta IPSS um vencimento base de mil euros mensais, um valor que entretanto foi atualizado. Em abril de 2016 o vencimento base subiu para 1177 euros por mês, soube o i. Feitas as contas, Elvira Fertuzinhos recebe por ano 16 478 euros desta IPSS e a este valor há que somar ainda uma reforma mensal que recebe desde 2010 e que ronda os 1050 euros.

Elvira Fertuzinhos, antes de ser recrutada para o cargo de presidente do Centro Social D. Manuel Monteiro de Castro, encontrava-se numa situação de desemprego. A sogra de Vieira da Silva esteve desempregada desde outubro de 2006 até novembro de 2009. Ou seja, esteve quatro meses sem receber qualquer remuneração até entrar na direção da IPSS de Guimarães, em abril de 2010.

VEJA TAMBÉM:  Joana Madeira publica foto em Fato de Banho e recebe fortes críticas...mas respondeu à letra!
Fonte: sol.sapo.pt

Partilha nas redes sociais!

Utilizamos cookies para assegurar que tem uma melhor experiência ao visitar o nosso website